expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Baptistonia echinata

Baptistonia echinata

Origem: Brasil, mais precisamente, na Serra do mar.

Ambiente: Quente, úmido e bem ventilado.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Luminosidade: Meia-sombra.

Características: É uma orquídea epífita, com pseudobulbos com cerca de 8 centímetros, com folhas lanceoladas, verdes-escuras, vincadas centralmente.

Tipo de substrato: Pode ser plantada em cachepôs de madeira ou vasos cerâmicos com uma mistura de fibra de casca de coco e casca de pinho ou peroba.

Regas: Diárias.

Doenças e pragas: São bastante suscetíveis a doenças fúngicas como a "podridão-negra" ou a "ferrugem". O ideal é podar a parte afetada, isolar a planta e tratar com fungicida específico recomendado por um agrônomo. Como preventivo, use 1 grama de sulfato de cobre por um litro de água, juntamente com a adubação.
As pragas mais comuns são os pulgões que podem ser controlados usando-se uma mistura de detergente líquido com água.



    Foto: Maria do Carmo Silva


Adubação: Use NPK 20-20-20 ou outro adubo com macronutrientes equilibrados de 15 em 15 dias.

Floração: Ocorre no outono/inverno. Emite uma haste floral de até 30 centímetros, portando até 40 flores de 3 centímetros de diâmetro, com pétalas, sépalas e labelo de cor amarela ou marrom-amarelado, pintalgados de marrom.

Status ecológico: Corre risco de extinção na natureza.
Abraço orquidófilo!

Visite também nossos outros blogs:
wwwplantasquecuram.blogspot.com
wwwnaturezapura123.blogspot.com
wwwpoemasesentimentos.blogspot.com

E canais do you tube:
Daniel Carvalho Gonçalves
Farmácia natural: cura pelas plantas

Nenhum comentário: