expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Epidendrum lemmanii

Epidendrum lemmanii

Origem: Equador.

Ambiente: Quente, úmido e bem ventilado.


    Foto: Maria do Carmo Silva


Luminosidade: Gosta de locais sombreados. Pode ser cultivada sob árvore de boa sombra ou usando-se telado com proteção acima de 70%.

Características: É uma orquídea epífita, sem pseudobulbos, com um caule de até 80 centímetros de comprimentos, portando folhas ovaladas, coreáceas, alternas, verdes-lustrosas.

Tipo de substrato: Pode ser plantada diretamente em troncos de árvores ou em vasos ou cachepôs de madeira com uma mistura de fibra de casca de coco e casca de peroba ou pinho.

Regas: Diárias.

Doenças e pragas: As doenças mais comuns são causadas por fungos, como, por exemplo, a "podridão-negra" ou a "ferrugem". O ideal, nesse caso, é cortar a prate afetada e tratar com fungicida específico, recomendado por um agrônomo.
As pragas mais comuns são os pulgões, principalmente na fases de brotação e floração. Podem ser combatidos eficazmente usando-se uma mistura de detergente líquido com água.



    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Adubação: Utilize NPK 20-20-20 ou outra dosagem de macronutrientes equilibrada, com boa dosagem de micronutrientes como ferro e zinco, quinzenalmente.

Floração: Ocorre no outono/inverno. Emite uma haste floral no ápice do caule com duas a três flores de 5 centímetros de diâmetro, com sépalas, pétalas e labelo amarelo-esverdeado.

Status ecológico: Corre risco de extinção na natureza.

Abraço orquidófilo!

Veja também nossos outros blogs:
wwwplantasquecuram.blogspot.com
wwwnaturezapura123.blogspot.com
wwwpoemasesentimentos.blogspot.com
E dois canais do you tube:
Daniel Carvalho Gonçalves
farmácia natural: cura pelas plantas.


Nenhum comentário: